Análise: CD Heróis da Fé – Rozeane Ribeiro


Se você ainda não escutou nenhuma canção de Rozeane Ribeiro, como a aclamada “Jeová Rafah”, que dominou os grupos de jovens e até de senhoras ou o single “Arma”, o qual conquistou a crítica especializada e seu público, já deve ter ouvido alguma de suas grandes composições, como o sucesso “Hino da Vitória”, gravado pela cantora (penteca) Cassiane ou o hit “Esse Adorador”, de Shirley Carvalhaes, entre outras belíssimas canções.

Heróis da Fé foi muito esperado durante muito tempo por todos os admiradores do ministério de Rozeane, afinal, depois dos sucessos dos discos Rastro de Unção e o recente É Meu, o público queria ver e, principalmente, ouvir o que ainda viria da cantora e compositora que ganhou seu espaço ao sol. Vamos direto ao ponto: Lançado no final de 2014, o disco segue a mesma linha pentecostal dos anteriores, com composições próprias e de grandes nomes da música gospel, como Gislaine e Mylena, Josefo Flavio (marido da cantora), Dennyon Santana e Graciela Gomes, entre outros. A obra foi produzida por Lenno Maia e Cleybinho.

O álbum começa com a faixa que dá título ao disco, Heróis da Fé e já da pra perceber que essa canção merece destaque neste projeto e foi uma ótima escolha para o título. Contém uma letra contundente, versando para a igreja não parar de pregar a mensagem do evangelho e não negar a Jesus. O resultado final foi o melhor possível.

Não há como impedir a obra é de Deus, ela não pode parar! Passam céus e passa terra, mas suas palavras não hão de passar!“. É assim que começa a segunda faixa, Pedra de Esquina, com um tema que está sendo bastante explorado no momento por muitos cantores: a igreja que não se cala, apesar das lutas. Com um refrão empolgante, você nem percebe, mas depois de um tempo já está cantando “pedra, pedra de esquina, pedra angular” junto com a cantora. Merece destaque!

Chegamos ao ápice do disco. Com um arranjo de destaque, temos a melhor canção do álbum em minha opinião, O Som desse Adorador. Isso sim é um louvor pentecostal. A letra fala sobre o tempo em que Paulo e Silas estiveram presos e mesmo assim não deixaram de adorar a Deus, pois sabiam que suas orações estavam sendo ouvidas. Um verdadeiro adorador adora ao Senhor em todo tempo e essa é a mensagem passada por Rozeane. Ao final, ainda somos surpreendidos com a introdução de um trecho de sua composição, “Esse Adorador”.

A terceira faixa fala sobre a volta de Jesus para arrebatar a Sua igreja, Arrebatamento. Com uma passagem bem conhecida por todos os cristãos, Rozeane introduz-a dizendo que será de repente o momento em que os fiéis subirão ao encontro do Mestre. Também fala sobre os acontecimentos que irão atingir a Terra e termina com uma das músicas mais lindas da Harpa Cristã, “Vencendo vem Jesus”, mostrando que a igreja vai entrar no céu adorando ao Rei.

Em seguida, temos aquele tipo de faixa que não pode faltar em nenhum CD das cantoras pentecostais, o forrozinho do reteté. O Ambiente de Glória é uma canção animada que fala sobre a glória do Senhor na igreja, cuja presença faz o povo chorar, pular, e sentir o Espírito Santo, o “fogo” queimando e as suas línguas repartidas. Ponto positivo para a obra.

Sobre a canção Valeu a Pena, temos um arranjo mais leve e tranquilo. Desta vez, a temática consistiu em permanecer fiel em meio as lutas, enfatizando que é necessário ser fiel a Deus, e, como consequência, Ele será fiel a você. Tenho certeza de que essa música irá falar com muitas pessoas. “Se eu fosse olhar para os meus pés, eu não poderia estar aqui cantando. Ninguém veria Deus em mim me usando!

Em seguida, temos É inegociável, faixa em que o arranjo nos remete a canções antigas que marcaram muitos grupos de louvores do nicho. A composição usa a passagem bíblica que conta a história de Esaú, o qual trocou sua identidade por um prato de lentilha, para dizer que não tem preço aquilo que nos foi dado por Deus.

Mardoqueu começa contando a história daquele o rei desejou honrar, mostrando que mesmo com os planos de destruição do homem, é Deus quem dá a última palavra. No entanto, mesmo tendo uma melodia interessante e uma letra com base bíblica, a canção não causa aquele impacto ao escutá-la e o refrão não surpreende.

Confesso que pelo título dessa canção, Hoje eu Posso, achei que era apenas mais uma canção de exaltação humana, mas fui surpreendido. A letra fala sobre a morte e ressurreição de Jesus, mostra que o véu foi rompido e hoje nós podemos falar com Deus e em nome de Jesus, clamar por Ele. Uma boa faixa!

De Glória em Glória relata passagens bíblicas sobre o momento de pentecoste onde todos foram tomados pelos mistérios de Deus e a glória ali desceu. E assim como foi no passado, atualmente não é diferente, Deus vai mandar o seu poder pra quem permanecer em sua presença. Para muitos, o excesso da palavra ‘glória’ pode ser um erro e um tanto enjoativo, mas isso deixou a música “chiclete”. Portanto, posso imaginar muitos grupos de jovens e mocidades a interpretá-la. Sucesso!

A décima primeira faixa, O Poderoso Vai Agir, fala sobre o mover de Deus em nossas vidas. Ele faz o fim virar começo e abre portas onde não tem nem parede. O Senhor muda o rumo da nossa história e quando Deus começa a agir ninguém pode impedir. O conceito dessa canção é conhecido por todos os cristãos, mas mesmo assim não deixa a desejar.

Pra quem achou que a única canção de forró do CD já passou, temos A Procura de Adoradores, ela diz que Deus tem os olhos como chama de fogo e está procurando pessoas que o adore em espírito e em verdade e pergunta se na igreja ainda tem adorador, porque se tiver o milagre vai descer. “E as irmãs adoram, adoram, e os irmãos adoram, adoram, e a mocidade adora, adora, e as crianças adoram, adoram, e os obreiros adoram, adoram, e a igreja adora, adora, adora, adora, adora, exalta ao senhor…“.

A próxima canção, Use Tua Fé, fala sobre usarmos a fé para alcançar o alvo, citando outros exemplos da Bíblia como Davi e Josué. A letra fala que não é fácil derrotar gigantes, todavia a nossa vitória só vem depois da luta e é preciso coragem para enfrenta-la. O backing se destacou nesta canção e o final da canção é lindo. E, por último, mas não tão menos importante, chegou Só o Senhor é Deus, com uma pegada lembrando sertanejo, o disco chega ao fim e Rozeane Ribeiro mostrou que ainda tem muito o que oferecer para quem a ouve.

Portanto, a obra oferece o que há de melhor para quem gosta de um bom pentecostal, com um lindo projeto gráfico assinado pela agência Observ Design. Acompanhado de ótimos arranjos e boas letras, Heróis da Fé só comprova que a cantora é uma verdadeira adoradora por excelência. Um dos melhores álbuns pentecostais dos últimos anos!

Comentários

comments

Previous Fernanda Brum - discografia e obra
Next Thalles canta John Lennon e Michael Jackson no Criança Esperança e gera discussão nas redes sociais

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *