Baús e Vitrolas – Grande é o Senhor


O “Baús e Vitrolas” estreia trazendo à memoria um grande sucesso da nossa música cristã congregacional: Great Is The Lord, ou como popularmente é conhecida pela igreja brasileira, Grande É O Senhor.

Composta por Steve McEwan, e popularizada no Brasil através da voz de Adhemar de Campos, que além de cantor, é pastor e compositor, se parece mais brasileira que estrangeira, sendo cantada e declarada, através de gerações, por várias igrejas pelo país, não importando a roupagem.

Original:

Great is the Lord and Most Worthy of praise

The city of our God, the holy place

The joy of the whole Earth

Great is the Lord in whom We have the victory

He aids us against the enemy

We bow down on our knees

And Lord we want to lift Your name on high

And Lord we want to thank You

For the works You’ve done in Our lives.

And Lord we trust in Your unfailing love;

For You alone are God eternal,

Throughout Earth and Heaven above.

Baús e vitrolas - Vinil Mini

Talvez Steve McEwan jamais imaginasse o alcance que sua composição teria. O fato é que Grande É O Senhor já foi gravada até em Pagode, pelo cantor Xandy e o grupo Harmonia do Samba, no DVD Harmonia Romântico Ao Vivo, em 2008, contando com a participação do Pastor Adhemar.

Mas como música do Reino é para o Reino, tal Hino firma-se como um clássico da música cristã, por cantar a Palavra. Baseada no Livro de Salmos, capítulo 48, que diz: “Grande é o Senhor e mui digno de louvor, na cidade do nosso Deus, no Seu monte santo. Formoso de sítio, e alegria de toda a terra é o monte Sião, sobre os lados do Norte, a cidade do grande Rei”.

E por que Grande É O Senhor? Porque quando contemplamos o Senhor, em Sua bondade, entendemos que não importa como estejamos diante das situações da vida (Sl 27:4), temos a alegria do Senhor, que é a nossa força (Nm 8:9-10). E Ele é um Deus de alegria, que desata nosso pano de saco, transformando nosso choro em motivo para celebrar (Sl 30:11). E nem nossos piores dias, nossos momentos mais difíceis podem mudar esta verdade, ainda que nos cansemos, fiquemos abatidos e enfadados, somos renovados por Ele (II Cor 4:16/Sl 103:5).

A saudade, a dor do luto ou da distância, a solidão, a perda e a morte, por exemplo, assim como todas as coisas conspiram para o bem daqueles que O amam e são chamados segundo Seus propósitos (Rm 8:28), são juntamente verdadeiros métodos da didática celestial e divina em nossa vida, que produzem intensamente em nós um peso de glória grandioso (II Cor 4: 17).

E quando o engrandecemos, nosso coração automaticamente o agradece, e quando o agradecemos, o engrandecemos, lembrando-nos dos Seus feitos, e falando bem a respeito do Senhor, sem nos esquecer dos detalhes, das pequenas coisas (Sl 103:1-2). Assim, quando reconhecemos as manifestações da Sua bondade para conosco, como Seus livramentos e providências, todas as vozes, discursos e murmurações, provocadas no calor das batalhas, perdem sentido diante do louvor. Louvor este, que é capaz de fazer com que muitos olhem para nós, temam o Senhor e confiem nEle (Sl 40:3).

Por isso, como diz a canção, “Queremos o Teu nome engrandecer e agradecer-Te por Tua obra em nossas vidas”, eu te convido a adorá-lo em todo tempo, a cada instante, porque o Senhor é Grande, e mui digno de louvor. Ele é bom, e a Sua misericórdia dura para sempre (Sl 106:1; 136:1).

 

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=Eu6pr3N-UXE]

Comentários

comments

Previous Ser Ester - Grandes Mulheres
Next Leandro Vinícius prepara novo CD pela CPAD Music

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *