Conectados no Amor – Dia das Mães


Efésios: 6. 1. Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo.

A comemoração de dia das mães é marcada por festas, presentes e uma data especial para aquelas que já criaram e criam seus filhos. Porém, o principal aspecto desta comemoração, por várias vezes, é a marca da hipocrisia. Passa-se o ano inteiro entre confusões, filhos ingratos agindo como se fossem perfeitos diante de seus responsáveis e anos de dores pela mulher que exerce a função da educação familiar e recebe como recompensa o desgosto de seus filhos.

Não sei se tenho algo para comemorar nessa data. Talvez o que eu posso colocar nessa festa é a minha infelicidade comigo mesmo, e a dor de não ser quem eu deveria ser. Não posso festejar algo que não passará de palavras vazias, e de máscaras num dia tão belo.

Na fase da adolescência e da juventude, é o tempo que se reconhece menos o que nossos pais passam por nós. Ninguém tem mães perfeitas, mas a falta de perdão e de compreensão tem destruído muitas famílias. Não, não tenho muito o que comemorar, além de tristezas.

Cada dia que passa, elas perdem um pedaço de si, dando-se para nós, mas as horas que passam só servem para aumentar a divisão familiar. Até que se vão, e deixam marcas de melancolias dentro daqueles que ficam, pois não usaram o tempo que dispunham para agradecerem por tão grande amor. Não perca nenhum momento para ser grato com aqueles que realmente te amam, não deixe passar as ocasiões doces e de se esforçar para amar as suas mães. Elas não são eternas e não terão toda vida para ouvir isso.

Dia 10 de maio, uma data com motivos mais que especiais, no entanto, sinto-me como o mais melancólico e pródigo filho retornando a casa de seu pai, depois de o ter abandonado dentro de seu próprio lar.

Comentários

comments

Previous TOP 10 - Músicas de alerta contra a Babilônia
Next Um Brinde - Quando Kevin Arnold falou de fé

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *