Para refletir – Enquanto é dia


Hoje quase tudo é tão intenso. A informação, o pouco tempo, os sonhos humanos, mas as relações sociais estão cada vez mais fragilizadas, embora a vontade de muitos seja de aprofundar as interações.

Infelizmente, para muitos de nós apenas a morte de alguém nos faz lembrar do quanto ela era importante para a nossa vida. E enquanto estava ao nosso lado, as ações não foram suficientes para sequer tentar demonstrar o amor que temos por ela. Seja qual o motivo: para alguns, apenas a timidez, outros por adotarem uma postura mais reservada, ou até mesmo reprimida. Na via da carência e solidão, muitos desencantaram-se com a humanidade, e até mesmo com a vida.

Cristo, nos seus últimos momentos que antecederam a crucificação reuniu seus discípulos, indivíduos imperfeitos, problemáticos, mas que o acompanharam em seu ministério. Ele sabia que Judas o trairia, que Pedro o negaria, mas mesmo assim amou, permaneceu fiel à todos. Com total certeza, quando analisamos os evangelhos, notamos que Cristo foi pleno no amor e enquanto ainda havia tempo mostrava o quanto se importava com o próximo.

E quanto a você? E seu(s) amigo(s), nos qual(is) você não sabe até quando verá? Deixará a pessoa sumir do seu convívio para doar seu amor e gratidão? Que possamos “oferecer flores em vida enquanto é dia…”

Previous Rocklogia – Pé na estrada para a formação clássica
Next Análise: CD Como Águia - Bruna Karla

1 Comment

  1. […] […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *