O Ser Ester indica de hoje vai ser um pouco diferente! Não vamos falar sobre nenhum artista novato e promissor ou pouco conhecido. O assunto do momento é, provavelmente, o disco mais aguardado do ano pelas leitoras dessa coluna e que, por influência de vocês, acabou virando um dos mais esperados por mim também. Trata-se do Moderno à Moda Antiga, da cantora Marcela Taís.

A cantora de voz doce, jeitinho meigo e guarda-roupa dos sonhos (porque isso também importa aqui nesse recinto!) acabou de lançar seu segundo disco e já está fazendo muito barulho, integrando inclusive a lista dos mais vendidos no iTunes.

O disco é uma delícia de ouvir e a empatia é absolutamente instantânea. Não rola aquela fase de estranhamento que a gente tem as vezes ao ouvir um álbum pela primeira vez.

A Marcela Taís ficou super conhecida e identificada por músicas de temática feminina que falam de relacionamentos, como as famosas “Escolhi Te Esperar” e “Menina não vá Desanimar”. Em Moderno, os temas estão presentes em “Conselho de Amiga”, dueto com Anayle Sullivan, “Quando é Amor” e “Homem de Verdade”, duas baladinhas com pegada sessentista, e na romântica “Espera por Mim”. Estas são músicas com alto teor de Açúcar, capazes de fazer o mais hipoglicêmico dos corações ter um uma crise diabética.

Outro destaque absolutamente positivo são as participações especiais. Além de Anayle, Salomão do Raggae faz dueto com Marcela na deliciosa “Risco”, e Paulo Cesar Baruk repete a dobradinha que fez sucesso em “Ele Continua sendo Bom”, melhor música de 2014 segundo O Propagador, em “Sou Diferente”, uma das melhores faixas do álbum e totalmente cotada para o posto de hit.

Meus outros destaques vão para a lindíssima “Voar”, que fala sobre o céu, a excelente “Muita Calma nessa Alma”, outro hit em potencial, e “Naufrágio”, um blues bem bonito. Como não poderia deixar de ser, a música tema também é destaque por ser a cara da cantora. O primeiro single, “Ame Mais, Julgue Menos”, tem ótima combinação de letra e melodia e promete agradar em cheio o público de Marcela.

Cheio de frases certeiras, prevejo redes sociais entupidas de trechos de músicas do Moderno. Para facilitar a vida de vocês (Eike moça boa eu), separei algumas das que mais me chamaram a atenção. Agora é só dar o Ctrl+C e Ctrl+V e encher seu Facebook e Twitter de Marcela Taís.


  • Ninguém sabe a dor que o outro passou, ninguém sabe as lutas que o outro lutou” (“Ame Mais, Julgue Menos”)11391199_926209154097629_580781824588023910_n
  • Talvez do avesso seja o meu lado certo” (Moderno à Moda Antiga”)
  • Coração bobinho se achando sozinho, escute Deus dizendo: Filho estou pertinho” (“Muita Calma Nessa Alma”)
  • Muita calma nessa Alma, vai ficar tudo bem!” (“Muita Calma Nessa Alma”)
  • Viver é um risco que risca a vida que você não arrisca” (“Risco”)
  • Coloque o medo debaixo do braço e siga!” (“Risco”)
  • No mundo de iguais, eu sou diferente” (“Sou Diferente”)
  • Viver é só um ensaio de uma vida eterna” (“Voar”)
  • Nesta vida eu nada ganho, meu vazio é do Teu tamanho” (“Voar”)
  • Você não me deu asas pois sabia que aqui eu não iria ficar / Ao conhecer as coisas lá do alto, pra Terra não se quer mais olhar” (“Voar”)
  • É certo que venha partir tudo que não me faz andar, crescer ou sorrir” (“Partir”)
  • Eu sou tão frágil, mas Tu és forte!” (“Naufrágio”)
  • Há homens puros e originais, talvez não estampem revistas, mas totalmente sensacionais, que amam a alma da mulher” (“Homem de Verdade”) Prevejo infinitas indiretas com a letra dessa música rsrsrsr
  • Deus te livrou de quem não te cuidou, Ele sim sempre te amou” (“Conselho de Amiga”) E mais e mais indiretas rsrsrsrs
  • Ninguém pertence a ninguém, mas o amor conspira por quem pode ser a resposta, da oração de alguém” (“Espera por Mim”)
  • Mas se a gente juntasse as pequenas alegrias, seriamos felizes todos os dias” (“Pequenas Alegrias”).

Pela ordem, as músicas que integram meu Top Five de preferência são:

1º: “Voar”

2º: “Sou Diferente”

3º: “Muita Calma nessa Alma”

4º: “Risco”

5º: “Moderno à Moda Antiga”


Em resumo, Moderno à Moda Antiga cumpriu seu papel e, ao menos para mim, superou as expectativas. Parte das letras mantém a tão característica veia quase teen da cantora, mas não são bobinhas. Musicalmente, o disco é muito bem elaborado, rico em detalhes e com ótimos arranjos.

Então, vale a pena ouvir, Tayse? Você está aqui ainda, fia? Venha ouvir logo porque está bom demais.

 

Para acompanhar Marcela…

Site Oficial

Facebook

Twitter

Instagram

Youtube

Deezer

Spotify