TOP 10 – Cantores gospel de maior destaque na atualidade


Eles são os principais nomes masculinos da música gospel na atualidade. Não que sejam, necessariamente, os melhores, mas são os cantores gospel que, de acordo com o direcionamento que deram a suas carreiras, têm obtido destaque junto a seu público.

Vamos conferir? (Lista atualizada pela última vez em outubro de 2015).

Leia também: TOP 10 – Bandas gospel e ministérios de maior destaque na atualidade

10º

Regis Danese

O mineiro Regis Danese é a prova de que a música certa, no momento certo, pode alavancar uma carreira e mudar a vida de seu interprete. Até 2008, Danese era um cantor que havia conseguido pouco reconhecimento, mesmo tendo lançado vários discos. Quando lançou o álbum Compromisso, no entanto, o cantor viu sua carreira ascender assustadoramente. O mega hit “Faz um Milagre em Mim” foi uma das músicas mais executadas em 2008/2009, fazendo enorme sucesso dentro e fora dos limites das igrejas. O sucesso foi tamanho que provavelmente é difícil encontrar um brasileiro com acesso a rádio, TV e internet, que não saiba cantar essa canção. Compromisso vendeu mais de 1 milhão de cópias e Regis se tornou presença quase obrigatória em programas populares de televisão. Passado o boom inicial, o cantor procurou se manter relevante no cenário musical, mas seu trabalho sofreu considerável queda de popularidade. Com algumas canções de relativo sucesso, como “Tu Podes”, o intérprete segue carreira, ainda com um público considerável nas igrejas neopentecostais. (n. 1973)

Jotta A

Ele já foi chamado de fenômeno, novo Michael Jackson, menino prodígio, entre outros adjetivos. Quando o jovem cantor rondoniense, Jotta A, surgiu cantando no palco do Programa Raul Gil, o Brasil presenciou uma das vozes adolescentes mais impressionantes do país. Cantando músicas como “Agnus Dei”, “Descansarei”, “Deus Tu és Santo” e “Oh Happy Day”, Jotta A. se transformou na grande atração do programa. Cada apresentação do garoto era um evento aguardado com ansiedade pelo público e pelos jurados. Óbvio vencedor do concurso de calouros, Jotta A passou a ser assediado por grandes gravadoras, optando por assinar com a Central Gospel Music. O disco de estreia, Essência foi lançado em 2012 e fez bastante sucesso e emplacando músicas como “Extraordinário”, “Descansarei” e “Agnus Dei”. Embora o álbum não tenha sido uma unanimidade da crítica musical gospel, recebeu disco de platina duplo. Jotta A continuou fazendo participações em programas de televisão de grande audiência. O subsequente Geração de Jesus, por sua vez, apresentou fortes modificações na proposta musical que o intérprete tinha apresentado no primeiro disco. Sua popularidade também diminuiu após algumas polêmicas ocorridas em 2012 e 2014, mas segue em carreira, tendo um público fã imenso por todo o país e sendo um dos cantores gospel de maior relevo atualmente. (n. 1997)

Leia também: O que há de errado com Jotta A?

Kleber Lucas

O cantor fluminense Kleber Lucas é uma das vozes masculinas mais conhecidas da música cristã popular. Com quase 20 anos em carreira solo, ele já tem um nome consolidado no mercado e um público cativo. No final da década de 1990 e início dos anos 2000, Kleber era um “dos caras” da música gospel. Com três discos de grande sucesso (Meu Maior Prazer, Deus Cuida de Mim e Aos Pés da Cruz) seguidos, ele colecionava certificações por suas elevadas vendagens. Os anos se seguiram e Kleber continuou gravando discos de sucesso como Casa de Davi, Casa de Oração (2005) e outros com menor repercussão midiática, mas sem nunca decepcionar nas vendas. Em 2012, Profeta da Esperança recebeu forte aprovação do público e crítica, reacendendo grande parte da notoriedade do músico, que recebeu disco de ouro, venceu o Grammy Latino e tem tido grande veiculação em rádios de todo o Brasil. (n. 1968)

Davi Sacer

Se este TOP 10 fosse há poucos anos, Davi Sacer certamente estaria entre os três primeiros colocados. Quando começou a ganhar notoriedade nacional com o Toque no Altar, o cantor conquistou o público cristão com seu timbre de voz e suas interpretações inspiradas. Ao lado de Luiz Arcanjo, Sacer integrou uma das parcerias de composições e ministrações mais bem sucedidas da história recente da música cristã. Juntos, seja no Toque do Altar ou no Trazendo a Arca, os dois foram protagonistas de grandes sucessos, tais como “Sobre as Águas”, “Restitui”, “Deus de Promessas”, “Tua Graça me Basta”, entre tantos outros. Após sair do Trazendo a Arca, Davi ingressou em carreira solo, já tendo lançado vários CDs e DVD. Sem os antigos companheiros, o sucesso e a repercussão dos discos pouco lembram os áureos tempos de banda, embora o cantor tenha conseguido emplacar algumas músicas como “Confio em Ti”, “Deus não Falhará” e “No Caminho do Milagre”. O cantor escorregou um pouco com Às Margens do Teu Rio, que foi um tanto questionado pela crítica, no entanto, recebeu disco de ouro, assim como Venha o Teu Reino. Se hoje Sacer não é mais o fenômeno de anos atrás, ele ainda se mantém popular, com bons índices de vendas e como referência para muitos outros cantores cristãos. (n. 1975)

Confira o nosso guia discográfico de Davi Sacer

Thalles

O mineiro Thalles foi, até alguns anos atrás, o maior nome do momento na música gospel. Quando lançou o disco Na Sala do Pai em 2009, o cantor provavelmente não imaginava o quão meteórico seria seu sucesso. O álbum emplacou grandes sucessos como “Deus da Minha Vida”, “Casa do Pai”, “Arde Outra Vez” e “Deus da Força”. Com o disco de destaque seguinte, Uma História Escrita Pelo Dedo de Deus (2011), Thalles regravou seus grandes sucessos e emplacou outros, consolidando-se como um fenômeno no mercado musical cristão. Esses dois projetos renderam diversos prêmios e grande destaque na imprensa, inclusive secular. No meio dessa história, o artista envolveu-se em uma série de polêmicas sucessivas, o que diminuiu bastante a sua popularidade. A maior de todas ocorreu em 2015, o que fez sua agenda diminuir vertiginosamente. (n. 1977)

Confira o nosso guia discográfico de Thalles

Paulo César Baruk

Ele é um dos principais produtores da música gospel nacional. Cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor, Paulo César Baruk é, sem dúvidas, um grande talento que tem se consolidado com força nos últimos cinco anos. Fazendo um som cheio de bossa que mistura de rock, soul e R&B, Baruk tem um público fiel. O disco de estreia, Algo Mais, foi lançado em 1996, mas, hoje, o cantor soma vários trabalhos. Também acumula indicações ao Grammy Latino, a principal premiação da música latina. A primeira indicação foi em 2010 com o álbum Multiforme. Em 2012 foi a vez do excelente Eletro Acústico 3 concorrer ao prêmio. Seu disco mais recente, Graça, reafirmou a popularidade do artista.

Confira aqui a nossa análise do CD Graça

André Valadão

Membro de uma família destacada no meio gospel, André Valadão faz sucesso há bastante tempo. Destaque da icônica banda Diante do Trono, André emprestou sua voz à grandes sucessos do grupo, tais como “Manancial”, “A Vitória na Cruz”, “Nasci de Novo” e “Invoca-me”. O primeiro disco solo, Mais que Abundante, foi lançado em 2004 com forte influência musical do Diante do Trono. O projeto foi um sucesso, ultrapassando a marca de 150 mil cópias vendidas. A partir do segundo álbum, André se jogou no pop rock direcionando sua música aos mais jovens. Com essa mudança, vieram grandes sucessos como os hits “Milagres”, “Vou Crer”, “Pela Fé” e “Abraça-me”. Fé foi o seu auge, e mesmo tendo escorregado nos últimos trabalhos, seu nome é estabelecido no meio cristão e atrai grande público por onde passa. (n. 1978)

Confira o nosso guia discográfico de André Valadão

Leonardo Gonçalves

Ele é sinônimo de qualidade artística, beleza poética e sofisticação musical. Dono de uma bela voz e de grande técnica vocal, Leonardo se destacou desde seu primeiro disco, Poemas e Canções (2002), quando fez grande sucesso com a música “Getsêmani”. Nos anos que se seguiram, foram mais três álbuns lançados, entre eles, um disco cantado totalmente em hebraico. O trabalho de inéditas mais recente, Princípio e Fim, foi lançado em 2012 e chegou a ser o disco mais vendido no iTunes, sendo esta a primeira vez que um álbum gospel alcançava esse feito. O trabalho foi aclamado pela crítica e ainda indicado ao Troféu Promessas. Em 2013, Leonardo gravou Princípio, seu primeiro DVD, que alcançou disco de ouro, com milhões de visualizações no YouTube. Leonardo Gonçalves não é um cantor popular do ponto de vista popularesco, mas é bastante respeitado pelo mercado e já fez parcerias até então incomuns, como, por exemplo, gravando um álbum com a Oficina G3. Suas músicas, mais complexas que a média das que fazem sucesso atualmente, não são sempre digeríveis a todo grande público, a despeito disso, ele é um cantor com uma carreira consolidada e que vê sua popularidade em ascensão. (n. 1979)

Confira a nossa entrevista com Leonardo Gonçalves

Fernandinho

Desde o álbum Faz Chover (2003), o sergipano Fernando Jerônimo dos Santos Junior, ou simplesmente Fernandinho, passou a ter suas músicas reconhecidas em todo o Brasil. Os trabalhos seguintes Abundante Chuva (2005), Sede de Justiça (2007) e Uma Nova História (2009) foram sucesso absoluto de público emplacando sucessos que se tornaram praticamente obrigatórios em igrejas de todo o Brasil. Este último tornou-se praticamente um clássico, e Fernandinho virou quase uma unanimidade entre jovens evangélicos, referência, começou a colecionar certificações de vendagens e participar de programas de televisão. Teus Sonhos e Fernandinho Acústico, lançados mais recentemente, foram certificados rapidamente e emplacaram hits. O seu pop rock, o timbre de voz peculiar do cantor, bem como seu estilo discreto conquistou o Brasil e, a julgar pela sua história, o sucesso de Fernandinho tende a continuar firme e forte e é por isso que está em segundo lugar em nossa lista de cantores gospel masculinos. (n. 1973)

Confira o nosso guia discográfico de Fernandinho

1º Lugar

Anderson Freire

Até 2010, o capixaba Anderson Freire era um reconhecido compositor e integrante da banda Giom. Com a gravação de seu primeiro disco solo, Identidade, Anderson foi alçado ao posto de um dos cantores mais queridos da música cristã nacional. O álbum foi um sucesso ganhando disco de platina e tendo algumas canções exaustivamente executadas em rádios. Músicas como “Canção do Céu”, “Coração Valente”, “Identidade” e “Coração de Jó” passaram a ser cantadas em igrejas de todo o país. Em 2013, já aclamado por sua gravadora, a MK Music, como fenômeno da música gospel, Anderson lançou o álbum Raridade, novamente um grande sucesso, que foi indicado ao Grammy. O cantou já recebeu disco de ouro e está próximo da certificação de platina. Trazendo um viés mais intimista para a música pentecostal, Anderson Freire se popularizou e “ressuscitou” a força dos intérpretes masculinos dentro desse estilo tão dominado pelas mulheres. O cantor é um dos grandes nomes do momento, está num excelente momento da carreira, e tem tudo para aumentar ainda mais esse sucesso. (n. 1981)

Confira o nosso guia discográfico de Anderson Freire

E então, curtiram nosso TOP 10 de cantores gospel? Mudariam nomes e posições? Estejam com Deus e até a próxima!

Previous TOP 10 – Músicas sobre o sacrifício na cruz
Next TOP 10 – Melhores composições de Ana Paula Valadão

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *